A versão grátis de Counter Strike: Global Offensive

Desde que foi lançado, em junho de 2012, Counter Strike: Global Offensive tem ganho cada vez mais espaço. Com foco em multiplayer, o game mantém hoje uma cena competitiva de respeito, mas nem todo mundo está interessado em ser esmagado nas partidas que valem ranking.

Com isso em conta, a Valve lançou recentemente uma versão gratuita de CS: GO. Para ter acesso a ela, basta acessar a página do jogo na Steam e clicar em instalar. A versão completa continua à venda, e no momento desta postagem custa R$ 28,99.

E qual a diferença entre as versões? A principal delas é que a free faz com que o jogador tenha como única opção as partidas offline, contra bots, para gameplay. Além disso, não é possível ganhar itens como armas e skins.

A versão gratuita até tem um modo online, mas não para jogatina, e sim para que você possa assistir as partidas oficiais de campeonatos de Counter Strike. Enquanto isso, a versão completa continua intocada, com todos os recursos que tinha antes.

Se levarmos em conta há quanto tempo CS: GO está no mercado, parece ser meio tarde para a Valve lançar uma versão gratuita, não? De forma alguma. Com a tendência de cada vez mais e mais jogadores migrarem para games como Fortnite, é o momento da desenvolvedora se mexer e usar a versão free como uma demonstração, apresentando gameplay e mecânicas, atraindo público que possivelmente vai comprar a versão completa.

Além disso, há gente que, como eu, nunca sequer cogitou comprar o game com medo de não rodar no computador - pelos requisitos, em teoria CS: GO roda até naquele PC comprado em 24x no carnê, mas nem sempre a história é essa - poderá fazer o teste derradeiro e ver se compensa gastar uma grana.

Um terceiro benefício da versão gratuita vale para aqueles que tem a intenção de um dia entrar na cena competitiva, que é o de conhecer o jogo como um todo e se familiarizar com mapas. Assim, quando a pessoa partir para o multiplayer não corre o risco de sofrer com ofensas gratuitas por não ter a mínima noção de posicionamento.

Comentários