E os fóruns?

Eles foram muito populares na década passada, porém perderam sua relevância nos últimos anos após a ascensão das redes sociais e aplicativos de troca de mensagens. Sem dúvida, os fóruns tiveram peso enorme na geração de conteúdo dentro da internet.

Houve uma época em que se podia encontrar de tudo em fóruns, seja informações sobre ciência, economia, natureza, pets, cinema e jogos. Particularmente, usei muitos fóruns de 2006 a 2010, mas, pouco a pouco, o tempo que dedicava a eles diminuiu e deu espaço a outras plataformas, entre elas Orkut e Facebook à época. 
Ah, que saudade desse phpBB
Costumava visitar bastante fóruns relacionados à criação de games, como Mundo RPG Maker, RPG Maker Brasil e Mundo RPG Maker - todos estes já extintos, aliás. E quem não passou pela "febre" de criar fóruns próprios? Pois foi justamente com o propósito de democratizar o acesso ao phpBB que surgiu o Forumeiros, serviço que possibilitava a criação gratuita do seu próprio fórum - algo semelhante ao Blogger e Wordpress.

Apesar de não estarem oficialmente mortas, as comunidades migraram para outros espaços, e há uma série de fatores que podem explicar isso, e todos eles ligados ao advento das redes sociais e seus grupos.

Praticidade

Acredito que este seja o principal ponto que pesa contra a existência e manutenção de fóruns enormes. A web atual é composta por muitos usuários preguiçosos. Se as pessoas não tem vontade de ler uma matéria jornalística ou um "textão" postado por amigos, que dirá abrir outra aba no navegador apenas para acessar um fórum, logar e aí ficar procurando os tópicos novos.

É muito mais prático abrir o Facebook e passear pelo feed de notícias eternamente, ou até mesmo procurar por um grupo específico, que com certeza deve existir por lá. Grupo de hacking de algum vídeogame específico? Sim, tem lá. Espaço para autodidatas em inglês? Existe, sim, e tem comunidade voltada ao tema com mais de 120 mil participantes.

Além de ser mais prático interagir, criar conteúdo novo também é. Quem aí que foi rato de fórum e lembra da época em que era comum usar tags como [b][/b] para deixar determinada parte do texto em negrito? Ou mesmo [IMG][/IMG] para anexar uma foto? Aliás, enquanto escrevia esta última frase me lembrei do saudoso ImageShack, que MUITA gente usava para armazenar as fotos e posteriormente publicá-las em algum tópico.

Enfim, hoje não é necessário usar tags ou recorrer a serviços de terceiros para fazer um tópico bacana em grupos do Facebook. 

Responsividade

Foi difícil não encaixar esse ponto como integrante da praticidade, pois entraria muito bem como parte dela. Hoje em dia qualquer smartphone meia-boca tem acesso a Facebook, Twitter, e afins. Seu celular não aguenta usar a versão completa? Então existe a versão simplificada, lite.

Com muitos fóruns a situação não é a mesma. Quando rolou o boom da mobilidade no acesso à internet, muitos sites ficaram para trás. No começo era comum ficar dando zoom aqui e ali para ler determinados tópicos, porém com o passar do tempo - e o costume de uma web responsiva - isso acabou se tornando impraticável, o que decretou a morte de muito sites, entre eles diversos fóruns online.

Moderação

Acima escrevi sobre uma época em que todos podiam criar seu próprio fórum, certo? Pois é, sou mais um dentre os que acabaram entrando nessa febre, e me lembro como se fosse ontem. O Forumeiros trazia a vantagem de ter o phpBB praticamente configurado para quem desejasse ter seu próprio espaço online, e mesmo assim dava muito trabalho personalizar tudo para a comunidade ficar "redondinha".

Vamos supor que em seu fórum você desejasse criar uma seção chamada Quadrinhos. Depois, seria necessário criar as subseções, vamos tomar como exemplo as editoras Marvel e DC. Para cada seção e subseção era necessário definir algumas regras no painel administrativo para dividir os moderadores em grupos. É isso mesmo.

Para garantir que algum moderador que era defensor ferrenho da DC não apagasse tópicos da subseção rival, você deveria criar um grupo apenas de moderadores da DC, e outro da Marvel. Além disso havia espaço para os moderadores globais, quase administradores, seres onipresentes que teriam poderes em todas as seções do fórum.

E quais eram esses poderes? Vários. O administrador era a pessoa que definia se um moderador tinha poder de banir ou não um usuário, fixar tópicos locais ou globais, trancar e reabrir tópicos, editar comentários alheios...

Enquanto isso, em ferramentas de grupos das redes sociais é muito fácil moderar. Como fica tudo concentrado em um único feed, basta definir se um usuário será moderador ou administrador e fica tudo certo.

Opinião dos (ex)usuários

Eu poderia elencar aqui algumas outras razões para o declínio dos fóruns, mas preferi consultar um público que considero ter movimentado bastante esse tipo de site na década passada, que são os gamers em geral. Fui a um grupo do Facebook para perguntar o motivo de alguns participantes terem deixado de usar os fóruns, e a seguir eis algumas das respostas coletadas.

"Usei assiduamente dois fóruns na minha vida, foram sobre GC e Ragnarok. Hoje em dia não uso nenhum. Procuro coisas em outras mídias sociais. [...] Então, diria que aquele visual padrão me cansou um pouco. E acredito que outras mídias sociais o acesso a informação desejada é mais rápido, assim como a comunicação.  Hoje participo de alguns grupos no discord, que considero ótimo. Já que, falar >>> digitar" - Reinaldo Engert
"Hoje em dia, as pessoas querem praticidade, não dá para manter tantas redes sociais e fóruns ao mesmo tempo. Eu fico só no Facebook e um grupo no WhatsApp mesmo, o resto a gente meio que só participa quando quer algo mais específico. Tipo Reddit, que fiz uma conta para discutir Pokémon Shuffle e RPG Maker, mas raramente participo" - Alex Carvalho
"Eu participava bastante de alguns fóruns até 2010, por aí. Hoje em dia uso somente os grupos no Facebook. Os grupos tem várias desvantagens, tipo desorganização, toxicidade maior, etc., mas a praticidade enorme é uma baita vantagem.  Eu só não volto a usar fóruns porque muitos tão praticamente mortos ou com movimento fraco, aí não compensa. A maioria nem liga mais pra esse tipo de site. Uma pena, sinto saudade dos fóruns" - Rafael Albino
É possível voltar?

Essa sim é uma pergunta difícil de responder. Agora é claro que me pauto no inteiro achismo ao afirmar que sim, é possível que os fóruns voltem a respirar sem ajuda de aparelhos, e há algo que pode ser decisivo nisso: o declínio das redes sociais.

Parece ser um fenômeno natural, ainda mais depois que o Facebook passou a ser alvo de desconfiança depois do escândalo Cambridge Analytica e a privacidade de seus usuários. Além disso, as redes sociais são carregadas de toxicidade. O Twitter, por exemplo, é um dos locais na internet com maior índice de gente tóxica por pixel.

Há ainda outro interessante a se ressaltar: mesmo respirando por aparelhos, os fóruns nunca foram definitivamente extintos. Ao menos na linha gamer eu consigo lembrar de imediato de fóruns como Outerspace e Adrenaline, vivos até hoje. Podemos considerar o reddit e seus subreddits como parte dessa categoria, não esquecendo ainda do 4chan, que mais do que tudo pode ser considerada uma rede "antissocial", segundo alguns especialistas.

Comentários