Dicas para iniciantes em Pokémon Quest

O lançamento de Pokémon Quest para smartphones e tablets fez com que o jogo alcançasse ainda mais gente do que no Switch, porém também fez aumentar a quantidade de pessoas com dúvidas relacionadas ao game.

Apesar do visual que remete a lego fazer com que pareça simples, o game tem algumas mecânicas que são relativamente complexas para novos jogadores, por isso preparei algumas dicas para auxiliar aqueles que estão se sentindo perdidos.

Onde investir?

Todo jogo freemium que se preze tem uma moeda que pode ser comprada com dinheiro real e ajuda acelerar o desempenho. Aqui não é diferente, e moeda específica se chama PM Ticket. Os Tickets podem ser obtidos a cada 22 horas na loja de forma gratuita, completando determinadas quests e também comprando os packs de aventura.

Também como ocorre em todo jogo freemium, aqui surge a dúvida de onde gastar suas preciosas moedinhas especiais. A primeira dica é: não invista em energia. Baterias de energia podem ser obtidas completando missões ou simplesmente aguardando algum tempo, então gastar Tickets com isso pode ser considerado desperdício. Portanto, recomendo investir em dois pontos, decoração e expansões.

A decoração pode não parecer importante, já que trata-se basicamente de algo cosmético, porém esses itens são de grande ajuda. Alguns deles podem aumentar a chance de você encontrar itens de determinado tipo, enquanto outros aumentam a chance de conseguir Pokémon melhores ou até mesmo mais Pokémon ao cozinhar.

As decorações mais básicas como Flareon Cusheon, Vaporeon Cusheon e Jolteon Cusheon custam apenas 50 Tickets cada, e aumentam o tamanho de ingredientes encontrados em 1.5x. De início pode não parecer muita coisa, porém conforme você progride e avança nas quests, consegue melhores e mais ingredientes para suas receitas.

Já a expansão é extremamente necessária - sim, estou exagerando aqui, mas logo vai entender o motivo. Você já deve ter reparado que consegue algumas pedras quando termina suas missões, não é mesmo? Essas pedras são utilizadas para aumentar o potencial dos Pokémon na sua equipe, influenciando diretamente em HP ou Attack (força de ataque), e algumas ainda concedem efeitos especiais.

No entanto, seu inventário é propositalmente pequeno e em breve estará cheio delas. Você terá duas opções: investir na expansão ou reciclar pedras a cada missão. Se você adquirir mais espaço no inventário, poderá guardar mais pedras e manter mais de uma equipe para o game. Isso facilita estratégias de ter dois Pokémon fixos e um slot cambiável - para usar o tipo que tem mais efetividade em determinada quest, por exemplo.

Aliás, você deve se atentar para a seguinte informação: Pokémon Box é o espaço para guardar novos bichinhos, e Stone Box é o local para guardar pedras, portanto é recomendável adquirir o segundo, já que muito provavelmente você não ficará acumulando Pokémon à toa.

Treinamento

Subir de nível em Pokémon Quest é algo definitivamente demorado se for para ficar repetindo missões sucessivamente. Então há uma maneira menos difícil de aumentar o nível dos seus companheiros, o Level Training.
Na aba Edit Team você poderá notar um pequeno botão chamado Training. Ele leva para a tela acima, um local onde você pode sacrificar determinados Pokémon em prol daqueles que estão na sua equipe. Basicamente, você arrasta o Pokémon que quer fortalecer para a caixa de cima, enquanto joga na linha de baixo aqueles dos quais quer se livrar.

Ao usar Pokémon do mesmo tipo (Fire para treinar Fire) ou da mesma espécie (Pikachu para treinar Pikachu) você consegue muito mais experiência. Com isso, se você receber um Charmander nível 5 enquanto o resto da sua equipe titular está em nível mais elevado, basta sacrificar alguns Vulpix, Ponyta e afins para equiparar seus poderes.

Aliás, é possível notar que na guia Training tem uma seção Move Learning. Ela tem funcionamento semelhante ao treinamento, com a exceção de que aqui não se ganha experiência, mas sim moves novos. É possível escolher um golpe que não seja tão eficaz e usar outros Pokémon para aprender um novo. Assim como no treinamento, o monstrinho usado para aumentar o outro é descartado.

Power Charm

A seção Power Charm é muito importante para ter uma progressão melhor. Como você já deve ter percebido se começou a jogar, subir de nível não influencia tanto no poder de seus Pokémon quanto as Stones. Novos slots para equipar pedras são abertos conforme o monstrinho tem um nível maior, mas nada impede que você substitua uma pedra mais fraca por outra melhor.

Recomendo, no entanto, que não fique focado apenas nos status "brutos" que elas dão à sua equipe. Uma pedra que conceda mais 150 de HP pode ser não tão eficiente quanto uma que aumente 132 e ainda conceda recuperação de vida, tempo menor de recarga e outros atributos. Há duas maneiras de saber se uma pedra é boa, olhando a coloração (bronze, prata ou dourada) e lendo a descrição de cada uma delas.

Auto

Assim como acontece na maioria dos jogos freemium, você vai bater em uma paywall mais cedo ou mais tarde. Isso significa que será necessário repetir algumas missões diversas vezes - o que é bom para conseguir ingredientes, pedras e experiência. Nesses casos é recomendável usar o botão Auto, que faz com que seus Pokémon escolham os ataques especiais sozinhos.

Vale ressaltar aqui que o modo automático é bom apenas para isso. Quando você chega a alguma missão de nível mais alto com um time que tem poder menor ou equiparado, a melhor estratégia é atacar manualmente para progredir. O Auto só está ali mesmo para facilitar no farming e não torná-lo tão tedioso.

Equipe

Em Pokémon Quest existem dois tipos de monstrinhos quando se trata de ataque, os que batem de curta e longa distância. O recomendado de início é montar uma equipe balanceada nos níveis iniciais, com dois de curta e um de longa distância. Nada impede que você monte uma estratégia própria, porém essa formação standard ajuda muito.

No meu caso, usei uma equipe composta por Eevee, Lickitung e Vulpix nos dois primeiros conjuntos de missão. Vulpix é de longa distância, enquanto os outros dois batem de perto. Ele tem pouquíssimo HP, mas um ataque bacana.

Enquanto Vulpix bate, Lickitung, que tem ataque razoável mas uma enorme quantidade de pontos de vida, serve como espécie de "escudo de carne". Por ser forma inicial, o Eevee tem pouca vida e um ataque até bacana, então devo confessar que o mantive na equipe apenas por gostar dele mesmo.

Receitas

As receitas são essenciais para conseguir novos Pokémon. Com elas é possível até mesmo capturar lendários - já que o jogo tem todos os 151 originais - então é interessante dar atenção especial aqui. Como Pokémon Quest é jogável offline, recomendo baixar o Pokémon Quest Companion, disponível para Android e iOS. Ele funciona como uma espécie de Pokédex para o jogo, e mostra quais monstrinhos podem ser capturados com quais ingredientes e receitas.

Pacotes

Vale a pena investir nos pacotes pagos para conseguir mais "fogões" e poder fazer mais receitas ao mesmo tempo? A minha resposta é que sim. Os pacotes de expansão também dão Pokémon específicos com golpes que eles normalmente não aprendem (no lançamento do jogo para smartphones foi disponibilizado um pack por R$ 9,90 que dava o Pikachu com Surf), Tickets, mais slots de energia e aumentam o número de Tickets que podem ser obtidos diariamente.

Gastar não vai fazer você se tornar o rei do jogo de uma vez, apenas vai dar aquela ajudinha na progressão, modelo comum em jogos freemium. Mas investir dinheiro real ou não no game é algo que varia de jogador para jogador.

Conclusão

No mais, essas são algumas dicas que separei para quem está começando agora. Há outras camadas de complexidade, porém deixaremos para explorar em uma próxima oportunidade. Ficou com alguma dúvida? Então poste nos comentários e interaja conosco!

Comentários